Morar no interior, um olhar e uma solução diferente para os jovens

Morar numa cidade do interior, certamente, não é o sonho dos jovens da cidade grande. Para eles, os grandes centros oferecem mais oportunidades e com isso, eles podem adquirir mais conhecimento. Eu, também, já pensei da mesma maneira, durante muito tempo. Mas, hoje mudei, depois que passei a conhecer melhor algumas cidades pequenas, pelos menos àquelas que possuem mais de 20.000 habitantes.
Com a globalização, abriu-se muitas portas e novas oportunidades para o mundo, e tudo tornou-se mais fácil numa cidade do interior. Com a violência sem controle das cidades grandes e os altos tributos, muitas empresas estão migrando para o interior. E, no interior falta mão de obra qualificada, devido os poucos profissionais que existem.
É importante lançar um olhar diferente para as cidades interioranas, pois a realidade não é mais a mesma de outrora, elas evoluiram e já oferecem serviços, produtos e novas perspectivas profissionais.
A imagem de uma vida melhor nos grandes centros, muitas vezes pode ser uma cilada para o jovem, além do mais, a competividade do mercado de trabalho é bem maior e torna-se mais dificil conseguir um bom emprego,com tanta concorrência.
Os jovens que vivem nas grandes cidades
vivem a ilusão do que é bom e do que é belo,através dos olhos da publicidade, que os faz enxergar grandes perspectivas onde há poucas oportunidades.
Muitos não conseguem se encaixar no mercado de trabalho e aceitam trabalhar em qualquer lugar para não ficar à toa. O tempo que este jovem utiliza trabalhando,não sobra tempo para que ele, muitas vezes se qualifique melhor. E, desta forma vive, sem especialização alguma.
Os governos municipais, estaduais e federal deveriam preocupar-se mais com esta questão e investir profundamente numa política agrícola mais agressiva e atuante, assim o jovem permaneceria no seu estado de origem, sem precisar migrar.
Mas, como nem tudo o governo resolve, os jovens já podem começar a pensar nesta questão e rever seus conceitos sobre as cidades do interior, que são mais tranquilas, menos violentas e onde pode-se ter mais liberdade, sossego e uma qualidade de vida melhor.
É só pesquisar e ver onde quer morar.
No site do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), pode-se encontrar as estatísticas e o PIB das cidades melhores para se viver.

Por Sandra Régia Alves

Anúncios

Uma resposta para “Morar no interior, um olhar e uma solução diferente para os jovens

  1. Pingback: Morar no interior, um olhar e uma solução diferente para os jovens | Sandra Régia Alves·

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s